terça-feira, 9 de outubro de 2018

O GANCHO DE FERRO QUE CONVOCA OS TRÊS REINOS


O GANCHO DE FERRO QUE CONVOCA OS TRÊS REINOS

A sadhana do Protetor Branco, a joia que satisfaz os desejos

Refúgio e Votos de Bodhisata

Eu e todos os seres vivos, igualmente nos limites do espaço,
De agora até que a essência da iluminação seja alcançada,
Diante da quintessência do corpo, voz, mente, qualidades e obras de todos os Tathagatas existentes nas dez direções e nos três tempos;
Diante da fonte dos 84 mil artigos da Doutrina;
Diante do Mestre da Nobre Assembléia;
Diante de todos os sagrados Gurus-raízes e de linhagem;


Nós tomamos refúgio no Venerável Guru-raiz;
Nós tomamos refúgio nos Abençoados e realizados Buddhas;
Nós tomamos refúgio nos Sagrados Ensinamentos;
Nós tomamos refúgio na Nobre Assembléia.

Recite tanto quanto puder.

Então com as mãos postas, diga:

Para o Lama e as Três Preciosas Jóias eu me prosterno e tomo refúgio.
Que a corrente de minha mente receba suas bênçãos.
Que o sofrimento de todos os indigentes seja eliminado, e que eles se estabeleçam ao nível de um Buda.
Para realizar isto eu vou praticar a meditação e recitação do Protetor Branco, a jóia que satisfaz os desejos.

Recite três vezes

 e então os quatro incomensuráveis:
Possam todos os seres ter felicidades e as causas da felicidade.
Possam todos estar fora do sofrimento e causas do sofrimento.
Possam todos conhecer a suprema felicidade que está além do sofrimento.
Possam todos descansar na suprema equanimidade que é livre de dualidade, apego e ódio, sejam aos próximos quanto aos distantes.

PRÁTICA PRINCIPAL    
Visualizo claramente que no centro de meu coração está a inalterável gota de essência (thiglé) que é vermelha, clara e redonda do tamanho de um feijão grande. No centro do thiglé está a letra de mercúrio branca HUNG.

Dessas duas (thiglé e HUNG) emanam luzes que fazem oferecimentos aos Nobres (Budas e Bodissátuas). Depois de satisfazer aos propositos dos seres sencientes, essas luzes retornam e se dissolvem em HUNG e thiglé no coração que se misturam e se tornam de um só sabor.

Emergindo daí, sobre um assento de lótus e sol, estou eu-mesmo como o Bhagavan Protetor (Mahakala Branco), a jóia que satisfaz os desejos, com um corpo branco levemente avermelhado. Tenho uma face, que é sorridente e irada ao mesmo tempo, assim como três olhos e seis braços. Na minha mão direita superior seguro uma faca-curva; na segunda mão direita, a joia que satisfaz todos os desejos; e com a terceira mão eu toco um damaru. Na minha mão esquerda superior, dentro de um copo de crânio, está um vaso cheio de toda espécie de preciosas joias, à altura de minha coxa. Com a segunda mão esquerda seguro um estandarte-tridente, e com a terceira mão seguro um gancho de ferro.
Estou ornamentado com toda espécie de ornamentos preciosos. Na parte inferior de meu corpo visto uso vestimentas de seda adornadas com toda espécie de preciosas bainhas e guirlandas. Minhas pernas aparentam como se eu tivesse acabado de chegar do cemitério de Sitavana (Silway Tsal), e estou prestes a sentar.
Estou em cima de dois Tsok-Daks, que seguram um rabanete e um mangusto, pressionando-os de tal forma que de suas bocas e outros orifícios saem abundantemente preciosas joias.

Na minha cabeça está o Guru Vajradhara, fonte de quaisquer desejo, com uma face levemente sorridente. Na sua mão direita está a preciosa jóia, e na sua mão esquerda ele segura um sino com o punho de joia. Ele está sentado com as pernas cruzadas em postura vajra.

No meu coração está a poderosa Dakini Vermelha (Padma Dakini), com uma face e dois braços, decorada com vários ornamentos. Em sua mão direita está um gancho de ferro, e na sua mão esquerda um copo de caveira. Suas pernas estão no gesto de dança, seus três olhos buscam os céus. Ela se torna naquela que controla os três reinos. No seu coração está a vermelha thiglé do Dharmata, irradiando luz vermelha.


A luz se irradia para o grande terreno do cemitério de Sitavana, para o Protetor e chefe das dakinis.

OM BENZRA SA MA DZA

Este invoca.
DZA HUNG BAM HO

Com isso se dissolve na não-dualidade.

 [Oito] Oferendas Externas
OM GURU MAHAKALA SAPARIUARA ARGHAM PRATITSA SOHA
(água de beber – mãos juntas, dedo médio para fora)
OM GURU MAHAKALA SAPARIUARA PADYAM PRATITSA SOHA
(água para os pés – mãos juntas, dedo médio para fora)
OM GURU MAHAKALA SAPARIUARA PUSHPE PRATITSA SOHA
(flores – punhos vajra, palmas para baixo)
OM GURU MAHAKALA SAPARIUARA DHUPE PRATITSA SOHA
(flores – punhos vajra, palmas juntas)
OM GURU MAHAKALA SAPARIUARA ALOKE PRATITSA SOHA
(lamparinas – punhos vajra, palmas juntas, polegares para cima)
OM GURU MAHAKALA SAPARIUARA GANDHE PRATITSA SOHA
(água perfumada – mãos abertas, palmas para baixo)
OM GURU MAHAKALA SAPARIUARA NEUIDYE PRATITSA SOHA
(alimento – mãos abertas, palmas para cima)
OM GURU MAHAKALA SAPARIUARA SHABDA PRATITSA SOHA
(música – dedos indicador e médio rufam)


[Cinco] Oferendas dos Sentidos
OM RUPA KAMAGUNA PUDJITE AH HUNG
(sentido da visão / forma – mudra do céu)
OM SHABDA KAMAGUNA PUDJITE AH HUNG
(audição / som – dedos indicador e médio rufam)
OM GANDHE KAMAGUNA PUDJITE AH HUNG
(sentido do olfato / fragrância – mão esquerda em “OK”, mão direita abaixo em punho vajra)
OM RASSA KAMAGUNA PUDJITE AH HUNG
(paladar / sabor – mãos espalmadas com palmas para cima)
OM SPARSHE KAMAGUNA PUDJITE AH HUNG
(sentido do tato / sensação – ambas as mãoes em “OK”, como se estivesse segurando um pano entre os dedos)

Deste modo faça as oferendas.


A Bênção da Oferenda Interna
OM AMRITA KUNDALI HANA HANA HUNG PHET
Limpa.
SOBHAUA SHUDHA SARUA DHARMA SOBHAUA SHUDHO HANG
Purifica.

A partir do estado de vazio, YAM torna-se vento. RAM torna fogo. KHAM torna-se três crânios humanos como pedras de lareira e uma cabeça humana sentada sobre as três pedras de soleira. AH se torna uma kapala de  sabedoria primordial, muito grande e espaçosa, dentro da qual, as letras GO, KU, DA, HA e NA, tornam-se as cinco carnes (1). BI, RA, SHU, MA e MU, tornam-se os cinco néctares (2). BHRUM, MO, DZRIM, Kham, e HUNG  as cinco sabedorias primordiais (3). Estes são queimados pelo fogo, fervem e se dissolvem em um grande oceano de néctar de sabedoria.

OM AH HUNG HA HO HRI

Faça isso três vezes.

 (Mergulhe o dedo anelar e) com o polegar e o anelar, fazer um gesto de dispersão, e então:

Para a boca dos lamas raiz e de linhagem,

OM AH HUNG
OM GURU MAHAKALA HARI NI SA SIDDHA DZA

Para a boca do lama e protetor indivisível,

OM AH HUNG

Saborear o néctar.

Para a boca do círculo de dakinis de  conceder riqueza,

OM AH HUNG


Desse modo, faça oferendas.

(1) Os Cinco Carnes são: touro, cavalo, elefante, cachorro, e humana.
(2) Os cinco néctares são: excrementos, medula óssea, sémen, sangue e urina.
(3) as cinco sabedorias são: dharmadhatu (Vairochana), como espelho (Akshobya), igualdade / equanimidade (Ratnasambhava), discriminação (Amitabha), e total-realização (Amoghasiddhi).

Em seguida, faça a recitação:

Em torno do vermelho Dharmata thiglé em seu coração, os círculos de mantra raiz, como um mala de coral. A partir deste, emana luz vermelha em forma de ganchos de ferro incontáveis.  Medite que todo o samsara e nirvana, virtude e bondade, glória e riqueza, tudo perfeitamente completo, ficam impotentes para resistir a mim, e são trazidos juntamente para a thiglé, dissolvendo-se ali.

OM GURU MAHAKALA HARI NI SA SIDDHI DZA
_་ག་ར་མ་ཧ་ཀ་ལ་ཧ་ར་ན་ས་ས་ད་ཛ_་།།


[Um mala 2 minutos; 10 malas 20 minutos = 1.000 mantras]

Assim recitar tanto quanto você puder.
Luz irradia para fora outra vez, da mesma maneira como antes:
A luz atinge o coração das dakinis vizinhas e yakshas e magnetiza o seu fluxo mental.

Pense que todos os siddhis dos três níveis de existência estão reunidos em uma bola, que se torna na minha frente um monte de manjares, riqueza e prazeres, do tamanho do Monte Sumeru.

Em particular, as dakinis e yakshas, ​​como raios de luz, entram no coração dos ricos, pessoas fortes de alta posição social.

Imagine que o seu fluxo mental é irresistivelmente magnetizado, para que eu subjugá-los.

Mais uma vez, a irradiar luz, de modo que poderosas deidades, nagas, e yakshas,
​​bem como poderosos governantes humanos, e assim por diante, são todos magnetizados.

O encontro se dissolve em TSOK-Dak.

Todos estes me obedecem a mim, o yogi, como servos, para realizar meu trabalho.

Medite, assim, enquanto recita.

Oração

OM GURU MAHAKALA HARI NI SA SIDDHI DZA

Bhagavan, brilhante realizador de todos os desejos e compassivo,
Por favor, proteja os ensinamentos do Buda.
Louvado seja a grandeza das Três Jóias.
Proteja as classes de Sangha.
Prolongue a vida útil do Lama.
Para mim, o yogi, através de proclamações de fama,
Que a terra seja permeada, sem exceção.
Que todas as coisas queridas e necessárias desçam como a chuva,
E possa ser toda a riqueza inesgotável.
Que haja uma reunião de seres humanos, riqueza e alimentos.
Que a  aprendizagem, contemplação e meditação aumentem.
Que as atividades iluminadas sejam realizadas sem esforço.

Assim, adicionar aqui súplicas e aspirações que você quiser.

Recitar o mantra de  cem sílabas [Vajrasattva] três vezes.

OM BENZRASATO SAMAYA MANUPALAYA / BENZRASATO TENOPATSHITA / DRIDO ME BAUA / SUTOKAIO ME BAUA / SUPOKAIO ME BAUA / ANURAKTO ME BAUA / SARUA SIDDHIM ME PRAYATCHA / SARUA KARMA SU TSA ME / TSITAM SHRIYAM KURU HUM /HA HA HA HA HO / BHAGAVAN SARUA TATHAGATA BENZRA MA ME MUNTSA / BENZRI BAUA MAHA SAMAYA SATO AH //

Esse foi o estágio de geração.

Esta é a fase de conclusão:
Do meu coração se irradiam raios de luz, de modo que os três reinos, o universo semelhante a um  recipiente e os seres como um néctar  tudo fundido em luz e se dissolvem em mim.

Eu-mesmo com o meu lugar me dissolvo na dakini no meu coração,

que se dissolve na guirlanda de mantra,

que se dissolve na thiglé,

que se dissolve na letra HUNG.
Isso se dissolve no "nada", o que diminui a luz.

Em meio a isso, estou em equilíbrio, tanto tempo quanto possível.

Eu permaneço no estado de consciência chamada de "unidade de consciência e vazio".

O movimento é chamado de "unidade do movimento e do vazio".

A clareza desobstruída é chamada de "unidade de clareza e de vazio".

Estou livre dos extremos da existência e não-existência, aparecendo como um sonho, a natureza de uma ilusão.

Esta instrução é a fase de conclusão.

Esta fase de conclusão está de acordo com o Lama Duguba.

Mais uma vez, a partir desse estado, apareço como o corpo da divindade:
Na minha testa está OM, na minha garganta AH, e no meu coração Hung.

Por esta virtude possa alcançar rapidamente o estado da jóia que realiza os desejos, e levar todos os seres, sem exceção, para atingir este estado.



Nenhum comentário: